Dilema do Prisioneiro (Diogo Fernandes)

Compêndio em Linha de Problemas de Filosofia Analítica (2021)
Ricardo Santos e Pedro Galvão (eds.)
Lisboa: Centro de Filosofia da Universidade de Lisboa
O dilema do prisioneiro é um conhecido puzzle decisório, a análise do qual é feita, primeira e fundamentalmente, no contexto da Teoria dos Jogos. Torna-se, por isso, necessário apresentar uma tipologia dos jogos aí estudados, juntamente com as soluções propostas para os mesmos, e inserir o dilema na sua respectiva categoria. Cumprido esse objectivo, confrontar-se-á a solução que recomenda a escolha da acção dominante com outros argumentos favoráveis à escolha da acção dominada. Existindo uma versão do dilema que tem sido usada como ferramenta analítica para caracterizar certas situações de escolha social, aplicar-se-á a análise da mesma ao problema da justificação do poder político do Estado. Serão também analisadas as versões iteradas do dilema, dando-se especial atenção ao torneio de estratégias concebido por Robert Axelrod (1984), cujos resultados têm estimulado discussões importantes nos contextos das Ciências Sociais e da Biologia. Finalmente, comparar-se-á o Dilema do Prisioneiro com outro puzzle decisório, o Problema de Newcomb, apresentando-se aí o argumento favorável à tese de que os dois são estruturalmente idênticos.

Palavras-chave: Ponto de equilíbrio, óptimo de Pareto, dominação, estado de natureza, Tit-for-Tat.
The prisoner’s dilemma is a decision-theoretical puzzle the analysis of which is primarily and fundamentally made in the context of Game Theory. It will, therefore, be necessary to present a typology of games, and to place the dilemma in its respective category. Only after fulfilling this task, one can adequately confront the solution that recommends the choice of the dominant strategy with the arguments in favor of the dominated one. Since the multiplayer version of the dilemma has been used to characterize certain situations of social choice, that analysis will be used to assess the contractualist argument for the justification of the coercive power of the state. The iterated versions of the dilemma will also be considered, with an emphasis on the tournament of strategies designed by Robert Axelrod (1984), the results of which have promoted discussions in the Social Sciences and Biology. Finally, a comparison will be made between the Prisoner’s Dilemma and Newcomb’s problem, and the thesis that these two puzzles are structurally identical will be defended.

Keywords: Equilibria, Pareto-optimal, domination, state of nature, Tif-for-Tat.

Conteúdo

1. Introdução
2. Que tipo de jogo é o dilema do prisioneiro?
3. O dilema do prisioneiro e o contrato social
4. O dilema iterado: Tit-for-Tat e a recompensa da cooperação
5. Soluções cooperativas para o dilema do prisioneiro
6. Será o dilema do prisioneiro um Problema de Newcomb?

DOI: https://doi.org/10.51427/cfi.2021.0086